O Filme Possível é um festival de cinema que celebra o encontro entre profissionais do audiovisual, criadores, cineastas e artistas.

Surgimos para dar mais um gás aos destemidos realizadores e artistas da cidade, ampliando suas redes, fazendo conexões com outros cinemas contemporâneos, promovendo novos diálogos e criando possibilidades que expandam as fronteiras do audiovisual guarulhense por meio de exibições, cursos e contato com profissionais da área. Participe!

O que é POSSÍVEL pra gente?

Possível é o que dá pra ser feito diante das limitações de recursos, das condições materiais e cinematográficas que se impõem a cada novo projeto, mas possível também é possibilidade! Potência criativa que nasce e extrapola aquilo que é esperado da realidade concreta.

O que vai rolar

CURSOS:

A Jornada do Roteirista

12 aulas de 3 horas, três vezes por semana, por quatro semanas, e uma prova prática. Duração: 1 mês. Carga horária: 36 horas. Até 25 alunos.

INSCREVA-SE

Linguagem visual

10 aulas de 2 horas, uma vez por semana, às quintas-feiras. Duração: 2 meses e meio. Carga horária: 20 horas. Até 20 alunos. Público livre. Pré-requisito: Celular com câmera.

INSCREVA-SE

Introdução à produção audiovisual

6 aulas de 2 horas, uma vez por semana, às terças-feiras. Duração: 1 mês e meio. Carga horária: 12 horas. Até 20 alunos. Público livre. Pré-requisito: acesso à internet.

INSCREVA-SE

Documentário

5 aulas de 2 horas, mais assessoria individual dos exercícios e projetos. Pré-requisito: exercícios com o uso de qualquer câmera e um software de edição básica. Voltado a estudantes de audiovisual, profissionais da área de comunicação ou a quem tem interesse em vivenciar grandes aventuras. Carga horária: 10 horas.

INSCREVA-SE

Oficina de Stop Motion

6 aulas de 1 hora e meia, uma vez por semana, às quintas-feiras. Duração: 1 mês e meio. Carga horária: 9 horas. Até 20 alunos. Público livre. Pré-requisito: Celular com câmera.

INSCREVA-SE

Mentoria de projetos

5 aulas de 2 horas e 20 aulas de 3 horas. Duração: 1 mês e meio. Carga horária: 50 horas. Público: realizadores com projetos para desenvolvimento. Pré-requisito: inscrição de projeto com sinopse e/ou argumento. Até 10 alunos.

INSCREVA-SE

CAMINHOS POSSÍVEIS:

• 6 mesas de debate :

Cinema do possível – Furando bolhas com Juliana Vicente
Realizadoras no audiovisual – DATA 24/02
– Filmes de Plástico – DATA 01/03
– Mostra Fábio Rodrigo – DATA DE 08/03 a 12/03
Fábio Rodrigo – Possível e possibilidades na rota dos festivais – DATA 12/03
Cinema de guerrilha e produções de baixo orçamento – DATA 23/03
Estereótipos femininos no audiovisual – DATA 15/04
Caminhos e inspirações para fortalecer o setor audiovisual em Guarulhos

PITCHING AUDIOVISUAL

Encontro com o mercado e pitching audiovisual – Encerramento do curso de mentoria. 1 encontro de até 3 horas. Até 10 alunos. Pré-requisito: participação em todas as etapas da mentoria.

MOSTRA DE LONGAS:

• 7 longas metragem + debate com equipe:

De março a Abril exibiremos um longa por semana seguido de debate com equipe mediado pela crítica de cinema Lorenna Montenegro.

Panorama dos Mostra de Curtas Fábio Rodrigo

Exibição dos 3 curtas do cineasta homenageado nesta edição do festival

Mostra competitiva de curtas guarulhenses:

Mostra competitiva de 10 curtas com premiação para os 3 primeiros colocados. Os filmes tem que ser produzidos em Guarulhos e/ou feito por realizadores guarulhenses com data de estréia entre 2018 e 2020.

Inscrições até dia 05 de fevereiro de 2021

PARTICIPE

Carga Horária: 36 horas
máx. 25 alunos

com

Caio Guerra

12 aulas de 3 horas, três vezes por semana, por quatro semanas, e uma prova prática. Duração: 1 mês. Carga horária: 36 horas. Até 25 alunos.

O curso foi desenvolvido para criar um vínculo emocional do aluno com o processo de construção de uma história, facilitando o aprendizado e a assimilação da matéria. A estrutura de doze aulas é baseada nos doze passos da Jornada do Herói Arquétipo, como descrita por Joseph Campbell no livro “O Herói de Mil Faces”, e as aulas foram desenvolvidas para fazer com que o aluno se sinta como um herói em uma jornada pessoal enquanto se aprofunda nos estudos de roteiro.

Cada aula segue uma estrutura narrativa com quatro partes: introdução do tema; apresentação de um problema na criação de um roteiro; desenvolvimento da estrutura teórica; e resolução. Dessa forma, a matéria não é vista como uma série de regras arbitrárias: cada uma das técnicas de criação e escrita são apresentadas como uma ferramenta, que pode ser usada para a solução de problemas bem delineados.

Ao longo do curso os alunos são incentivados a analisar suas dificuldades pessoais com a escrita e desenvolver, por meio da elaboração de perguntas-chave, teorias quanto a quais ferramentas poderiam ser usadas para superar essas dificuldades.

O resultado é que o curso se desenrola quase como um filme, com pontos de emoção mais alta, catarses e reviravoltas, e é possível premeditar qual emoção será sentida pelo aluno em cada ponto do processo.

Serão 12 aulas de 3 horas, três vezes por semana. O curso terá duração de 1 mês, com carga horária de 36 horas. Serão até 25 alunos.

Caio Guerra

Caio é roteirista, montador e diretor cinematográfico, formado no Curso de Cinema da FAAP em 2014. É co-diretor do espaço cultural Marieta, no Centro de São Paulo, e sócio diretor da Irmãos Guerra Filmes, onde escreveu e dirigiu diversos filmes, publicidades e videoclipes – com os quais ganhou prêmios nacionais e internacionais, incluindo diversos prêmios de Melhor Roteiro e Melhor Videoclipe Brasileiro pelo MIS e Fest CLIP entre os anos de 2014 e 2017. Vencedor do edital Proac 21/2014 para desenvolvimento de roteiro. Em 2017, se especializou em roteiro com o Course TV Writing Intensive, ministrado por Joe Cacaci, professor na School of the Arts da Columbia University (NYC). Em 2019, foi assistente da roteirista Julia Priolli durante o Curso de Roteiro para Série de Televisão no Centro Cultural B_arco. Atualmente, ministra o curso intensivo de roteiro “A Jornada do Roteirista”, agora em sua 7ª edição. Entre 2018 e 2019, trabalhou como supervisor de roteiro e storyboard na série animada “Tainá e os Guardiões da Amazônia”, da Nickelodeon.

INSCREVA-SE

Carga Horária: 20 horas
máx. 20 alunos

com

GABRIEL CABRAL

10 aulas de 2 horas, uma vez por semana, às quintas-feiras. Duração: 2 meses e meio. Carga horária: 20 horas. Até 20 alunos. Público livre. Pré-requisito: Celular com câmera.

O curso propõe uma combinação prática e teórica sobre as linguagens visuais, cada vez mais presentes no mundo contemporâneo e pretende preencher uma lacuna na formação cultural, que ignora essas linguagens como meios de expressão e comunicação. Em sua parcela teórica, o curso desmonta a gramática de diferentes expressões, como fotografia, cinema, pintura, desenho, quadrinhos, memes, entre outras.

Na parte prática, os participantes serão estimulados a experimentar os conceitos expostos. A metodologia proposta busca dinamizar o aprendizado e facilitar a assimilação dos conceitos apresentados através de exercícios. Semanalmente os participantes terão práticas para serem realizadas e que deverão ser compartilhadas antes dos encontros, através de grupo de WhastApp.

10 aulas de 2 horas, uma vez por semana, às quintas-feiras. Duração: 2 meses e meio. Carga horária: 20 horas. Até 20 alunos. Público livre. Pré-requisito: Celular com câmera.

Gabriel Cabral

Gabriel Cabral é artista visual e, há 10 anos, desenvolve cursos relacionados à imagem. Sua relação com ensino se dá desde sua primeira experiência profissional quando foi professor de língua inglesa. Desde então percebeu a importância em se pensar a educação dos meios de expressão e comunicação visual para além da formação técnica, explorando as linguagens imagéticas em seus cursos. Além de ter sido educador em oficinas culturais públicas, como Alfredo Volpi em Itaquera e do SASF Jabaquara, também foi professor da Primelight Escola de Fotografia por mais de 5 anos. Desde 2016 elabora cursos livres e grupos de estudos dedicados à linguagem visual, projetos fotográficos, edição fotográfica e de fotografia de rua, também se dedicando a atender convites de instituições culturais e festivais para ministrar cursos.

Serão 10 aulas de 2 horas, uma vez por semana, às quintas-feiras. O curso terá duração de 2 meses e meio, com carga horária de 20 horas. Serão até 20 alunos e o público é livre.

INSCREVA-SE

Carga Horária: 12 horas
máx. 20 alunos

com

GUILHERME SEVERO

6 aulas de 2 horas, uma vez por semana, às terças-feiras. Duração: 1 mês e meio. Carga horária: 12 horas. Até 20 alunos. Público livre. Pré-requisito: acesso à internet.

O curso tem como objetivo esclarecer as principais questões de profissionais iniciantes, já que é raro encontrar material disponível a respeito de produção que não seja baseado em práticas de mercado estrangeiras, bem diferentes das dinâmicas praticadas no Brasil. As aulas seguirão slides que introduzem os temas abordados a partir de filmes e casos reais.

Os alunos poderão entender como o roteiro vira orçamento, como o orçamento vira filme e como esse filme pode ser comercializado e exibido para o maior número de pessoas possível. Em alguns encontros serão propostas dinâmicas de análise de cenas e orçamentos.

Serão 6 aulas de 2 horas, uma vez por semana, às terças-feiras. O curso terá duração de 1 meses e meio, com carga horária de 12 horas. Serão até 20 alunos e o público é livre.

Guilherme Severo

 Guilherme Severo, nascido e criado em Guarulhos, formado em cinema pela FAAP em 2009, entre 2006 e 2009 desempenhou diversas funções na realização de 26 curtas metragem, alguns premiados em importantes festivais. Após experiências nas áreas de produção de grandes produtoras como O2, Zulu Filmes, Movi & Art, Piloto TV funda em 2011 a produtora Perigo Filmes e como produtor executivo entre 2011 e 2017 realiza mais de 300 trabalhos entre publicidade online e off-line, vídeo clipes, curtas premiados e longas-metragem, entre eles, o Longa Documental “Vai Guarulhos” (2016), ganhador do Sylver Medal no Festival CINEFOOT, exibido no Festival CALCIOCITY em Milão e adquirido pelo Canal Brasil. Assina também a direção de produção do Longa ficção “A Bruta Flor do Querer” (2013), premiado com melhor direção e melhor fotografia no 41º festival de Gramado. Em 2017 funda a Animal Filmes e produz conteúdo exclusivo para GNT, Multishow, Sportv e Viu Hub na Copa da Rússia.  É produtor associado e diretor de produção do longa “30 anos Blues” (2019) vencedor do prêmio especial do júri no 47º festival de Gramado e lançado em 2020 na plataforma Belas Artes A Lacarte e no Cine drive-in devido a pandemia. Como produtor participa há anos dos eventos mais importantes de mercado e festivais como Rio2C, Gramado Film Market, Olhar de cinema, DocSP entre outros.

INSCREVA-SE

Carga Horária: 12 horas
máx. 20 alunos

com

RODRIGO PROVAZI MESQUITA

4 aulas de 2 horas, mais assessoria individual dos exercícios e projetos. Pré-requisito: exercícios com o uso de qualquer câmera e um software de edição básica. Voltado a estudantes de audiovisual, profissionais da área de comunicação ou a quem tem interesse em vivenciar grandes aventuras. Carga horária: 10 horas.

Serão 4 aulas de 2 horas, mais assessoria individual dos exercícios e projetos. O curso terá carga horária de 10 horas. Voltado a estudantes de audiovisual, profissionais da área de comunicação ou a quem tem interesse em vivenciar grandes aventuras. O pré-requisito é saber fazer exercícios com o uso de qualquer câmera e um software de edição básica.

O curso tem o objetivo de analisar o gênero do documentário cinematográfico e suas potencialidades como narrativa. O documentarista como um observador e intérprete da realidade. Abordaremos os principais conceitos do documentário a partir de análises fílmicas e processos de criação de grandes realizadores e pensadores do gênero. Além da carga teórica, o curso propõe exercícios e assessorias de projetos, que auxiliarão o aluno a desenvolver seu projeto audiovisual.

Encontro I - Introdução ao Cinema Documental / Cinema Etnográfico

Encontro II - Cinema Auto Referencia / Cinema de Ensaio

Encontro III - Arquivos / Reportagem Cinematográfica

Encontro IV - Produção e Assessorias

Rodrigo Provazi Mesquita

Rodrigo Provazi Mesquita, brasileiro, guarulhense e cineasta. Formado em cinema pela FAAP-SP em 2012 e Especialização em Documentário pela Escuela Internacional de Cine y Tv de San Antonio de LosBaños, Cuba, em 2019. Iniciou sua carreira como montador e diretor de fotografia em 2010, trabalhando para diversas produtoras e jornais de circulação nacional e internacional, em 2012 participou de uma série investigativa sobre os 10 anos de ocupação das tropas da OTAN no Afeganistão, para o jornal Folha de São Paulo e o programa semanal de notícias TV Folha. Em 2013 ingressou à Perigo Filmes como sócio produtor atuando em diversas frentes. Produziu e assinou como Diretor de Fotografia o longa metragem “Vai Guarulhos” 2017, vencedor do Silver Medal do festival Cinefoot; entre os 13 curtas premiados que participou o destaque é para o curta documental “Aqueles Anos em Dezembro” 2016, 21º É Tudo Verdade Competição Brasileira de Curta Metragem (2016) / 44º Festival de Cinema de Gramado- Competitiva Curtas Brasileiros./ 31º Festival Internacional de Cine de Mar del Plata/ 8º Latinuy- Festival de Cine Latino e Uruguay- “Mejor Documentario e Mejor Director / Semana Paulistana de Curta-Metragem- “Mejor Película/ 5º Curta Brasilia- “Mejor Película. Atualmente se dedica ao projeto de longa documental “Soy Delirium” em coprodução com Globo News e Globo Filmes.

INSCREVA-SE

Carga Horária: 09 horas
máx. 20 alunos

com

LUCAS MILAGRES

6 aulas de 1 hora e meia, uma vez por semana, às teças-feiras. Duração: 1 mês e meio. Carga horária: 9 horas. Até 20 alunos. Público livre. Pré-requisito: Celular com câmera.

O curso de Stop Motion explora uma linguagem específica, a da animação. Aberto a um público diverso e sem a necessidade de experiência prévia, a oficina online mostra que a técnica pode ser algo acessível e feita com recursos limitados apresentando bons resultados. O programa é voltado para que o Stop Motion seja possível por meio de softwares gratuitos e o aparelho celular.

Serão usados conceitos teóricos e práticos, além de exercícios que serão apresentados durante as aulas. Haverá, também, um grupo de WhatsApp para que eventuais dúvidas sejam esclarecidas e para a troca de materiais pertinentes ao curso. Ao final cada participante irá apresentar um trabalho de até um minuto.

Serão 6 aulas de 1 hora e meia, uma vez por semana, às quintas-feiras, das 20h30 às 22h. A oficina terá duração de 1 mês e meio, de 21 de janeiro a 25 de fevereiro, com carga horária de 9 horas. Serão até 20 alunos e o público é livre. O pré-requisito é ter um telefone celular com câmera. Os encontros acontecerão por vídeo chamada.


Lucas Milagres

Lucas Milagres é artista visual e professor da Rede Municipal de São Paulo. Formado em Artes Visuais pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), foi estagiário do SESC Pinheiros durante o ano de 2013, atuando no núcleo socioeducativo, trabalhou com o Projeto Curumim (voltado para o público infantil) e o Projeto Fala Sério (voltado para os adolescentes). Desde 2016 desenvolve projetos na área de educação popular para comunidades rurais e urbanas. Trabalhou como designer no jornal Brasil de Fato, e é professor de Educação Artística na Prefeitura Municipal de São Paulo.

INSCREVA-SE

Carga Horária: 50 horas
máx. 10 alunos

com

Carlos Eduardo Machado e Guilherme Severo

5 encontros de 2 horas e 20 encontros individuais de 2 horas. Duração: 1 mês e meio. Carga horária: 50 horas. Público: realizadores com projetos para desenvolvimento. Pré-requisito: inscrição de projeto com sinopse e/ou argumento. Até 10 alunos. Os projetos selecionados participarão de uma rodada de pitching com agentes do mercado.

A mentoria de até 10 projetos terá encontros divididos em 3 fases: A primeira, em grupo, terá 5 encontros de 2 horas. Faremos um documento com todos os projetos dos participantes e uma breve introdução sobre seus trabalhos e experiências no audiovisual. A partir disso teremos a primeira rodada de encontros na qual, a cada dia, dois participantes expõem o projeto em sala para que a turma discuta e analise a proposta, sua trama principal e paralela (s), personagem, público alvo, linguagem, adequação ao mercado e exequibilidade da proposta, identificando pontos fracos e fortes e sugerindo mudanças e alterações através de provocações e questionamentos para que o autor da proposta possa refletir e fazer as alterações que julgar pertinente;

- A segunda etapa se dá em encontros individuais entre os mentores e autor do projeto. Será um encontro por projeto de até 3 horas, nos quais serão analisados todos os aspectos gerais da obra e, também, detalhes. Uma análise cena a cena, diálogo a diálogo. Além de um posicionamento melhor do produtor para direcionar a obra para uma viabilização mais possível de acordo com a natureza do projeto. Será gerado um relatório de script doctoring para que o autor possa realizar novas mudanças e amadurecer ainda mais seu projeto;

- Na terceira etapa, repetimos o trabalho da fase anterior sobre o projeto já alterado e, em conjunto com o autor, elaboramos uma apresentação para o projeto, um pitching, que será levado ao mercado audiovisual para que o projeto possa ser viabilizado. Aqui também serão 10 encontros individuais de até 3 horas.

A mentoria é baseada em análise, discussão e refação dos projetos, fundamentada em um método consagrado, criado e desenvolvido por Gabriel Garcia Marques e levado adiante por Eliseo Altunaga e Miguel Machalski na Escuela Internacional de Cine e TV de Cuba, usado pelos mais importantes laboratórios de desenvolvimento de projetos audiovisuais do planeta, como Sundance Lab, BRLab e Sesc Novas Histórias. O objetivo da mentoria é dar a ferramentaria necessária para que autores possam desenvolver seus projetos, tornando-os robustos e prontos para ir ao mercado.

Os projetos que passarão por mentoria terão a oportunidade de apresentar-se para importantes players do mercado audiovisual em uma live transmitida pelo youtube. As apresentações serão em formato de pitching. – Encerramento da mentoria e do festival. 1 encontro com até 10 projetos. Pré-requisito: participação e presença em todas as etapas da mentoria

Mentores

Carlos Eduardo Machado

Carlos Eduardo Machado é roteirista e dramaturgo e desde que nasceu reside no centro de Guarulhos. Jornalista de formação, estudou filmmaking na NYFA (New York Film Academy) e dramaturgia na SP Escola de Teatro. Escreveu a telenovela “Malhação – Viva a diferença” (TV Globo) de Cao Hambúrguer, vencedora do prêmio ABRA e do EMMY Kids International, duas temporadas da série “Sessão de Terapia” (GNT/Globoplay) dirigida por Selton Mello, e os longa metragens Eureka, de Michael Ruman, e Maktub, de Rodrigo Meirelles. Foi também criador do programa “Arrasta Movéis” (GNT) e redator do “Caldeirão do Huck” (TV Globo). Além disso, escreveu e dirigiu diversos curtas-metragens, videoclipes e filmes publicitários para clientes como Unilever e Nestlé. Já trabalhou na TV Globo e em algumas das maiores produtoras audiovisuais do país como Conspiração, Delicatessen, Moonshot Pictures e Endemol Shine Brasil.

Guilherme Severo

Gui Severo é nascido e criado em Guarulhos, formado em cinema pela FAAP em 2009, entre 2006 e 2009 desempenhou diversas funções na realização de 26 curtas metragem, alguns premiados em importantes festivais. Após experiências nas áreas de produção de grandes produtoras como O2, Zulu Filmes, Movi & Art, Piloto TV funda em 2011 a produtora Perigo Filmes e como produtor executivo entre 2011 e 2017 realiza mais de 300 trabalhos entre publicidade online e off-line, vídeo clipes, curtas premiados e longas-metragem, entre eles, o Longa Documental “Vai Guarulhos” (2016), ganhador do Sylver Medal no Festival CINEFOOT, exibido no Festival CALCIOCITY em Milão e adquirido pelo Canal Brasil. Assina também a direção de produção do Longa ficção “A Bruta Flor do Querer” (2013), premiado com melhor direção e melhor fotografia no 41º festival de Gramado. Em 2017 funda a Animal Filmes e produz conteúdo exclusivo para Globosat e Viu Hub na Copa da Rússia. É produtor associado e diretor de produção do longa “30 anos Blues” (2019) vencedor do prêmio especial do júri no 47º festival de Gramado e lançado em 2020 na plataforma Belas Artes A Lacarte e no Cine drive-in devido a pandemia. Como produtor participa há anos dos eventos mais importantes de mercado e festivais como Rio2C, Gramado Film Market, Olhar de cinema, DocSP entre outros.

INSCREVA-SE

DATA 26/01/2021

Palestrantes:

Juliana Vicente

Desde seu primeiro curta – “Cores e Botas” -, exibido em mais de 50 países, Juliana Vicente traz a temática da perspectiva e construção da subjetividade negra como princípios norteadores de sua carreira. Diretora e produtora premiada em importantes festivais no mundo todo, Juliana teve sua primeira série recém lançada na Netflix – “Afronta”, em outubro de 2020.


Juliana Vicente

Como produtora, realizou mais de 40 filmes entre curtas, médias e
longas-metragens. Com mais de 100 prêmios nos principais festivais do mundo, em 2015 foi coprodutora de “A Terra e A Sombra”, ganhador do Caméra D’Or no Festival de Cannes. Em 2019 produziu a série “Nós Negros” em parceria com o SescTV. Atualmente também desenvolve um documentário sobre a carreira do grupo Racionais Mcs.

INSCREVA-SE

DATA 24/02/2021

Convidadas:

Marília Nogueira, Patrícia Sá + Janaina Reis

A proposta do encontro é tratar sobre os desafios da produção independente no cenário atual trazendo um panorama das realizadoras no Brasil: como se inserem no mercado de trabalho e quais são as oportunidades que existem. Faremos uma ampla abordagem trazendo uma visão geral de todas as etapas de uma produção e mostrar possibilidades para se produzir sem incentivo fiscal e/ou apoio de instituições.

No centro do debate teremos Marília Nogueira, idealizadora e curadora do Cabíria Festival e Prêmio de Roteiro, projeto que busca aumentar a representatividade das mulheres nas telas e atrás das câmeras, com a participação das realizadoras guarulhenses Patrícia Sá (diretora e roteirista) e Janaina Reis realizadora da Cia Bueiro Aberto, coletivo audiovisual da cidade de Guarulhos.

INSCREVA-SE

DATA de 01/03 a 05/03

Fabio Rodrigo é um diretor de São Paulo nascido em 1983. Formado em produção audiovisual pela Faculdade Anhanguera por meio do “Educar para a vida”, um projeto social que concede bolsas para estudantes de baixa renda, também fez especialização em roteiro de cinema na Faculdade Belas Artes.

Panorama sobre a obra do premiado cineasta que inspira muitos realizadores nas quebradas do Brasil, ele é criador do projeto Ira negra – Do gueto para o gueto, que tem o intuito de fazer filmes na periferia.

Em 2015 dirigiu, ao lado de Caroline Neves, o filme “Lúcida”, Melhor curta-metragem pelo Júri da crítica no Festival de Cinema de Gramado, e selecionado para mais de 20 festivais de cinema no Brasil e no exterior, arrematando 8 prêmios. 

Em 2016, seu primeiro roteiro de longa-metragem foi selecionado para o laboratório de roteiros Lab Cinegritude, parceria da APAN (Associação dxs Profissionais do Audiovisual Negro) com a Spcine.

Kairo (2018), seu segundo curta-metragem, estreou no Festival de Gramado, onde ganhou o Prêmio de Melhor Direção, e participou do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro.

Exibição dos curtas

Lúcida, 2015 – 16 min

Filmado com orçamento zero, Lúcida teve cenas iluminadas com lâmpadas caseiras e equipamentos improvisados feitos a base de materiais recicláveis, com uma câmera hdslr e uma única lente.

Sinopse: Mas eu nem sei se ela tem alguma coisa pra cozinhar, porque ela não me fala.

Kairo, 2018 15 min

Melhor direção no Festival de Gramado

O filme também foi selecionado para o Festival Internacional de Curtas de São Paulo, do Rio de Janeiro e Festival de Brasília. 

Além de exibições especiais no circuito comercial ao lado do longa Los Silêncios, da diretora Beatriz Seigner.

Entre nós e o Mundo 2019, 17 min

Sinopse: Erika teve o filho Theylor, de 16 anos, assassinado em uma abordagem policial e teme pela vida do outro, Nicolas, agora com 17. Erika está grávida.

O medo, a dor e a alegria se misturam demais na periferia de São Paulo.

INSCREVA-SE

DATA 01/03/2021

A Produtora Filmes de Plástico é uma grande inspiração para a curadoria do festival pois é um exemplo importante do que acreditamos ser FILMES POSSÍVEIS. A conexão entre a cidade de Contagem e a cidade de Guarulhos é evidente em muitos aspectos, e a forma como eles pensam cinema nos últimos anos e constroem suas poéticas e linguagens é muito inspirador a qualquer realizador cinematográfico. Faremos a exibição de 5 curtas seguido de debate dos filmes.

Nada (2017) 27 min

Bia acaba de fazer 18 anos. O final do ano se aproxima e junto dele o ENEM. A escola e os pais de Bia estão pressionando para que ela decida em qual curso vai se inscrever. Bia não quer fazer nada.

Rapsódia para um homem negro (2015) 24 min

Odé é um homem negro. Seu irmão, Luiz, foi espancado até a morte durante um conflito em uma ocupação em Belo Horizonte.

 Constelações (2016) 25 min

Dois estranhos em uma jornada noite – e alma – adentro.

Quintal (2015) 20 min

Mais um dia na vida de um casal de idosos da periferia.

 Fantasmas (2010) 11 min

O fantasma da ex aparece para atormentar novamente

INSCREVA-SE

DATA 12/03/2021

Palestrante:

Fabio Rodrigo

O cineasta Fábio Rodrigo compartilha suas experiências como realizador e caminhos para festivais, como furou bolhas produzindo a partir da periferia, sua visão sobre cinema e direção e também sobre o projeto ira negra – do gueto para o gueto, com intuito de fazer filmes na periferia.

Fabio Rodrigo

Formado em produção audiovisual pela Faculdade Anhanguera por meio do “Educar para a vida”, um projeto social que concede bolsas para estudantes de baixa renda, também fez especialização em roteiro de cinema na Faculdade Belas Artes.
Em 2015 dirigiu, ao lado de Caroline Neves, o filme “Lúcida”, Melhor curta-metragem pelo Júri da crítica no Festival de Cinema de Gramado, e selecionado para mais de 20 festivais de cinema no Brasil e no exterior, arrematando 8 prêmios. Em 2016, seu primeiro roteiro de longa-metragem foi selecionado para o laboratório de roteiros Lab Cinegritude, parceria da APAN (Associação dxs Profissionais do Audiovisual Negro) com a Spcine. Seu segundo curta, Kairo (2018), estreou no Festival de Gramado, onde ganhou o Prêmio de Melhor Direção.

INSCREVA-SE

DATA 23/03/2021

Palestrantes:

Dida Andrade e Andradina Azevedo

Dida Andrade e Andradina Azevedo conquistaram importantes prêmios fazendo um cinema de guerrilha, com recursos próprios, muito suor, dedicação e sagacidade. Eles contam como foi produzir dois premiados longas de forma totalmente independente, seus caminhos até os festivais e exibidores e quais são as dicas para continuar fazendo. O papo será aberto à participação e intervenção dos participantes.

INSCREVA-SE

DATA 15/04/2021

Convidadas:

Lorenna Montenegro, Patrícia Sá e Helena Guerra

O debate trará um panorama geral da criação de personagens femininas no cinema e na televisão, abordando os estereótipos mais comuns pelos quais as mulheres são retratadas.

A roteirista Patrícia Sá se encontra com a diretora Helena Guerra e a roteirista e diretora Lorenna Montenegro para debater essas questões e como elas vêm trabalhando isso nas produções de seus próprios filmes e trabalhos no mercado audiovisual.

A exemplo disso serão  abordados o Teste Bechdel e os perfis femininos mais comuns nos filmes: Mulheres que têm suas vidas transformadas após uma mudança no visual; Mulheres que privilegiam a carreira em detrimento da vida pessoal; Mulheres que largam tudo pelo amor verdadeiro; Esposa chata estraga-prazeres; Mulheres como troféu; Princípio Smurffete; Manic Pixie Dream Girl; Women in Refrigerator; Gravidez Mística; A Sedutora Demoníaca, entre outros.

INSCREVA-SE

Debate sobre exemplos, redes e panorama das produções. O que pode ser entendido dentro da multiplicidade dos olhares, ações públicas e privadas que podem ser tomadas para fortalecer a produção audiovisual na cidade.

Debate sobre exemplos, redes e panorama das produções. O que pode ser entendido dentro da multiplicidade dos olhares, ações públicas e privadas que podem ser tomadas para fortalecer a produção audiovisual na cidade com a participação de produtores, artistas e poder público.

INSCREVA-SE

DATA 23/02 - 19h

Sinopse: Mais um dia normal em um grupo de família.

  •  Votação
    • A votação acontecerá de 03/03 a 16/03 na nossa página do Facebook
  • Premiação 
    • Júri Popular 
    • Melhor Filme
    • Menção Honrosa
ASSISTA

DATA 23/02 - 19h

Sinopse: Na periferia de Guarulhos, grande SP, Bairro dos Pimentas, um personagem vai pelas ruas, vielas, praças, dando ideia sobre humanidade, periferia, política, Deus, chamando a galera para questionar os valores da sociedade de consumo. Ele não tem receio de se chamar filósofo e diz que a revolução é alimentar a alma. Muito querido na quebrada, dialoga com seus iguais sem se colocar acima de ninguém, busca se alimentar daquilo que planta e viajou o Brasil para testar seus limites e compreender a identidade do nosso povo.

  •  Votação
    • A votação acontecerá de 03/03 a 16/03 na nossa página do Facebook
  • Premiação 
    • Júri Popular 
    • Melhor Filme
    • Menção Honrosa
ASSISTA

DATA 24/02 - 19h

Sinopse: Nas periferias da Cidade, o Futebol respira e mobiliza as quebradas através da Cultura e do Esporte. O novo documentário da Companhia Bueiro Aberto mergulha no universo do Futebol de Várzea, sua história, seu folclore e a rivalidade do jogo.

  •  Votação
    • A votação acontecerá de 03/03 a 16/03 na nossa página do Facebook
  • Premiação 
    • Júri Popular 
    • Melhor Filme
    • Menção Honrosa
ASSISTA

DATA 24/02 - 19h

Sinopse: Artista de rua negro faz estátua viva em uma rua de comércio, a imobilidade de sua performance se confunde com a imobilidade oriunda da névoa que impede de ver um horizonte, e inerte, algo começa a se mover em seu interior.

  •  Votação
    • A votação acontecerá de 03/03 a 16/03 na nossa página do Facebook
  • Premiação 
    • Júri Popular 
    • Melhor Filme
    • Menção Honrosa
ASSISTA

DATA 25/02 - 19h

Sinopse: Patrick, um jovem negro da periferia de Guarulhos é atacado por uma gangue neonazista enquanto volta pra casa. Patrick tenta descobrir como encarar a intolerância e o medo da violência no lugar onde mora.

  •  Votação
    • A votação acontecerá de 03/03 a 16/03 na nossa página do Facebook
  • Premiação 
    • Júri Popular 
    • Melhor Filme
    • Menção Honrosa
ASSISTA

DATA 25/02 - 19h

Sinopse: Marta narra, em uma carta, seus momentos de agonia e depressão.

  •  Votação
    • A votação acontecerá de 03/03 a 16/03 na nossa página do Facebook
  • Premiação 
    • Júri Popular 
    • Melhor Filme
    • Menção Honrosa
ASSISTA

DATA 22/02 - 19h

Sinopse: Após dois meses de quarenta, May encontra dificuldades em expressar os problemas do cotidiano em isolamento.

  •  Votação
    • A votação acontecerá de 03/03 a 16/03 na nossa página do Facebook
  • Premiação 
    • Júri Popular 
    • Melhor Filme
    • Menção Honrosa
ASSISTA

DATA 26/02 - 19h

Sinopse: Thomas é um jovem da cidade de Guarulhos que vai ao centro de São Paulo com o objetivo de conseguir comprar um celular, para poder voltar a trabalhar com apps fazendo entregas de bicicleta. Com 600 reais no bolso, dinheiro que ele recebeu do auxílio emergencial do governo durante a pandemia de Covid 19, ele vai atrás do comércio informal. Mas como será que o centro de São Paulo acolhe uma pessoa com os sonhos de Thomas?

  •  Votação
    • A votação acontecerá de 03/03 a 16/03 na nossa página do Facebook
  • Premiação 
    • Júri Popular 
    • Melhor Filme
    • Menção Honrosa
ASSISTA

DATA 26/02 - 19h

Sinopse: Um casal em processo de separação precisa lidar com o Tempo e seus efeitos neste momento agridoce, com gosto de início e fim de um ciclo.

  •  Votação
    • A votação acontecerá de 03/03 a 16/03 na nossa página do Facebook
  • Premiação 
    • Júri Popular 
    • Melhor Filme
    • Menção Honrosa
ASSISTA

DATA 27/02 - 19h

Sinopse: Depois do combate entre os Elkarianos e a categórica derrota do Robô Azul, ele volta agora maior e mais forte, querendo vingança contra seu desafeto! E vai caçá-lo sem descanso! Mais uma vez forças descomunais e tenebrosas pairam em torno da cidade de Guarulhos… O bairro do Gopouva é novamente palco da maior luta do universo! Essa casa, esse bairro, essa cidade, esse mundo, esse sistema solar poderá resistir?

  •  Votação
    • A votação acontecerá de 03/03 a 16/03 na nossa página do Facebook
  • Premiação 
    • Júri Popular 
    • Melhor Filme
    • Menção Honrosa
ASSISTA

PARTICIPE

Deixe seu melhor e-mail e te manteremos informado de tudo que acontece no FILME POSSÍVEL

    Logos: Lei Aldir Blanc, Funcultura, Animal Filmes, Prefeitura de Guarulhos, Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura, Governo Federal Logos: Lei Aldir Blanc, Funcultura, Animal Filmes, Prefeitura de Guarulhos, Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura, Governo Federal